Vestibular do Ibmec vai avaliar características socioemocionais dos candidatos

O vestibular tradicional avalia o conhecimento teórico adquirido pelos estudantes ao longo da vida escolar, mas, certa de que há outras habilidades necessárias para o desenvolvimento de um profissional, a direção do Ibmec decidiu inovar em seu vestibular. Em vez de aplicar apenas uma prova escrita, a faculdade desenvolveu um processo seletivo para admissão de alunos que avalia suas características socioemocionais e será adotado pela primeira vez no Rio e em Belo Horizonte no vestibular deste fim de ano.

O processo, implantado em julho no Ibmec São Paulo, é feito em duas etapas. Na primeira, os alunos fazem a prova tradicional. Na segunda, passam por uma dinâmica de grupo.

— Nessa segunda etapa os alunos serão avaliados enquanto atores principais da sua formação — explica o reitor da instituição, Marcelo Lourenço. — Avaliaremos nossos futuros acadêmicos tanto do ponto de vista das competências técnicas quanto do das competências sociocomportamentais.

Segundo Lourenço, quatro habilidades serão levadas em conta: a neuroplasticidade, que é a capacidade de observar caminhos diferentes e ser criativo e inovador; a visão, que é o olhar sistêmico e estratégico; a empatia ou interação, capacidade de colocar-se no lugar do outro sem perder a própria identidade; e a centralidade, ou o autoconhecimento.

As dinâmicas serão conduzidas por psicólogos e pedagogos. Para formular as avaliações, o Ibmec fez uma parceria com a Cia de Talentos, empresa do segmento de recrutamento e seleção.

Da nota final do candidato, 30% virão da avaliação das competências socioemocionais. Para Lourenço, essa é uma chance de ajudar a formar profissionais melhores:

— Com esse processo, conseguiremos identificar a necessidade de crescimento pessoal de determinados alunos. Nossa intenção não é simplesmente selecionar com esse critério, mas saber que alunos vão precisar de encaminhamentos diferenciados ao longo do curso.

Fonte: O Globo Rio

inscreva-se no vestibular