A importância da qualificação para garantir a empregabilidade

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, dinâmico e exigente. Principalmente em épocas de instabilidade e incertezas. Neste cenário, a qualificação profissional torna-se um diferencial para aqueles que desejam ter um currículo competitivo no mercado. 

Há muito já é possível constatar que apenas um diploma de graduação não é suficiente para que o profissional consiga uma boa colocação no mercado. “Hoje em dia, um diploma de pós-graduação, o domínio de outros idiomas e a atualização constante em sua área de formação são imprescindíveis para garantir a empregabilidade”, afirma Fernanda Schroder, Gerente Nacional de Carreiras do Ibmec. Segundo ela, é importante estar sempre se atualizando para acompanhar as mudanças tecnológicas, de atuação e do mercado, e assim fazer a gestão da carreira e manter a empregabilidade em alta.

Confira abaixo algumas dicas da especialista sobre os motivos de se continuar estudando mesmo após finalizar a graduação.

1. Atualização do conhecimento: “Cabe ao profissional buscar elementos e conhecimentos sobre quais atividades fazer e ter em mente que precisa reservar um espaço em sua vida para se modernizar de alguma forma. Vale toda forma de participação que acrescente pontos ao seu currículo, a sua formação e ao seu desenvolvimento”, constata Fernanda Schroder, Gerente Nacional de Carreiras do Ibmec.

2. Melhoria do currículo: “A formação continuada abre muitas portas para impulsionar a carreira e algumas áreas têm uma demanda maior por profissionais especializados. De maneira geral, os profissionais mais qualificados são muito bem-vistos e necessários no mercado de trabalho. Quem se prepara tem mais disposição para enfrentar desafios e tem vontade de se atualizar sempre mais”, afirma a Gerente Nacional de Carreiras do Ibmec.

3. Definição de uma linha de atuação: “A graduação fornece um conhecimento amplo.  A visão generalista é essencial ao profissional nos dias de hoje, mas é importante também se especializar em uma área. E exatamente isso que os cursos e a formação continuada fazem. Afunilam o que se aprende e desponta o perfil dos profissionais e para onde eles querem ir em suas carreiras e em sua área de atuação”, diz Fernanda.

Tags: