2ª graduação em Ciências Contábeis é a escolha de muitos profissionais do mercado

A dinâmica do mercado de trabalho faz com que profissões e profissionais ampliem e/ou alterem suas áreas de atuação. É o caso dos formados em Ciências Contábeis que durante muito tempo ganharam o estereótipo do profissional solitário que cuidava apenas dos livros de registro contábil das empresas, e por isso mesmo, recebeu o apelido de guardador de livros.
 
A história mudou e atualmente o profissional está entre os mais requisitados do mercado de trabalho e a função de controller, uma das especialidades dos que atuam na área, aparece entre as cinco mais requisitadas e de melhor remuneração no mercado paulista, segundo a consultoria Michael Page.
 
A guinada na valorização tem exigido profissionais mais completos e com visão mais abrangente. É preciso saber coletar, registrar, controlar e analisar os dados contábeis produzindo informações que agreguem valor ao processo decisório e sejam estratégicos para a diretoria. 

Mudanças na legislação das sociedades por ações são um dos fatores que contribuíram para o aquecimento do mercado para esses profissionais. A promulgação da lei 11.638/2007 exigiu uma divulgação mais detalhada da situação patrimonial, econômica e financeira das organizações, aumentando a demanda por esses profissionais. 
 
Outro fator que trouxe mudanças para a área e maior valorização do profissional foi a harmonização das normas contábeis brasileiras com as normas internacionais.  
 
As novas oportunidades também trouxeram para a área novos perfis profissionais. Seguindo a tendência apontada pelos dados do Censo 2010 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em que 10,8% dos estudantes de nível superior no Brasil cursavam uma segunda graduação, o mercado de contábeis também atraiu profissionais de outras áreas. 

No Ibmec, a maior procura pela segunda formação em Ciências Contábeis é de profissionais formados em Administração, Economia e Direito. Mas também há os formados nas áreas de saúde e exatas. Esses profissionais, na sua maioria, desempenham atividades ligadas à gestão de empresas ou em posições que demandam conhecimentos nos reflexos das decisões tomadas, ou seja, a partir de uma tomada de decisão e qual o impacto quantitativo na situação patrimonial, econômica e financeira.

A instituição está com inscrições abertas para os processos seletivos de Transferência Externa e 2ª graduação, nas unidades Minas Gerais e Rio de Janeiro. As aulas se iniciam ainda este mês. Para mais informações, acesse o site graduacao.ibmec.br.