Aluno do Ibmec BH, participa do programa CEO por um dia.

Daniel da Silveira, aluno do Ibmec BH, foi um dos 23 universitários selecionados para participa do programa CEO por um dia, promovido pela Odgers Berndston.

Ele ressalta que teve a oportunidade de participar de diversas reuniões, inclusive da reunião do Business Plan de 2019. “Sem dúvidas foi uma experiência única, que me acrescentou muito profissionalmente. Neste sentido, espero que outros alunos do Ibmec possam ter a mesma experiência nas próximas edições.”, destaca.

Veja abaixo a entrevista realizada com o aluno:

1. Por que você se inscreveu no processo seletivo para participar do CEOx1dia?

Estava lendo o Jornal Estadão quando me deparei com o anúncio do programa. Busquei saber mais sobre a oportunidade, lendo o relato dos jovens que já haviam participado das edições anteriores, bem como das empresas participantes.

Depois disso, fiquei muito entusiasmado e logo comecei a preparar meu currículo e carta de intenção. Vi que se tratava de uma oportunidade única para poder colher a experiência com algum CEO de uma das maiores empresas do mundo.

2.  Como foi a experiência do processo seletivo?

A primeira etapa envolveu o envio de currículos e uma carta de intenção, na qual eu tive que descrever meus anseios para participar do programa. Depois de um mês, divulgaram no Estadão os nomes daqueles que passaram para a segunda etapa, que constituiu em uma completa análise de perfil comportamental dos candidatos, realizada pela PDA International.

A euforia pela participação foi crescendo a cada dia e depois de algumas semanas tive o nome novamente divulgado dentre aqueles que participariam da terceira etapa, a entrevista com o CEO da Odgers, Luiz Wever.

Na entrevista buscaram entender mais sobre a minha (ainda) curta carreira, bem como sobre meus objetivos para o futuro. Ao final, lembro-me que o Luiz me perguntou qual empresa gostaria de visitar, mas que aquilo não necessariamente seria efetivado, pois eles realizaram o match com os perfis. Sem titubear respondi que gostaria de conhecer a Brookfield ou a Getnet.

Depois de mais algumas semanas tive a felicidade de ver meu nome divulgado na lista final de participantes.

3. Quais são as competências e habilidades que você tem, que acredita, possam ter facilitado sua seleção?

Tive um rápido feedback durante o programa e as principais características que me ajudaram a ser selecionado foram: ser curioso e ter facilidade para me expressar/comunicar.

4. Como foi a sua experiência? Por exemplo, seguindo a agenda do CEO (nome) por um dia?

Incrível. Tive a oportunidade de conhecer a Brookfield Properties e acompanhar, por um dia, a agenda do Roberto Perroni, atual CEO. Gostei muito da empresa e fiquei muito interessado no segmento em que atuam (real estate - atualmente busco acompanhar todas as principais transações do setor).

O Roberto é uma pessoa brilhante, que não possui sala própria e cujos associados, analistas e estagiários podem facilmente abordá-lo durante todo o dia. Pude participar de várias reuniões muito importantes, como a do Business Plan de 2019.

5. Qual foi o seu maior aprendizado?

Além de ter tido a oportunidade de me conhecer melhor, por meio das entrevistas, testes comportamentais, bem como pelos feedbacks fornecidos pela Odgers, aprendi como deve ser um CEO.

O cargo de presidente de uma empresa envolve inúmeras responsabilidades. O Roberto se mostrou uma pessoa extremamente calma, racional, humano e simples. Naturalmente, as pessoas o veem como um líder e isto sem qualquer rígida hierarquia.

Além disso, pude conhecer vários aspectos do Real Estate Investment, tendo o benefício de despertar ainda mais minha curiosidade e desejo de aprender sobre algo novo.

6. Na sua experiência como um todo, você acredita que fez diferença estudar no Ibmec?

Sem dúvidas. Acredito que o IBMEC possui toda a estrutura capaz de subsidiar a formação de líderes, independente se na forma de analistas, executivos, professores, CEO’s ou qualquer outro cargo.

Tenho tranquilidade de afirmar que o IBMEC é a faculdade ideal para quem busca fazer a diferença.

Durante a minha graduação tive, por exemplo, não só o apoio de professores em projetos extraclasse, como o de diversos profissionais, o time de Carreiras. Para a conquista do meu primeiro estágio, por exemplo, tive o auxílio da Luana, que me ajudou a estruturar meu currículo e simular a entrevista.

Acredito que poucas faculdades no Brasil possuem essa estrutura.

7. Você indicaria esta experiência para outros alunos do Ibmec?

Com certeza, e justamente com este anseio busquei realizar a ponte entre nossa instituição e os responsáveis pelo programa. Creio que o perfil dos alunos está super alinhado com o dos participantes do programa

Confiram também o vídeo:

 

Saiba mais sobre a Pós-Graduação Ibmec

Preencha o formulário e seja protagonista do seu destino. 

Preencha o formulário abaixo.