Relacionamentos, networking e conexão: um investimento a longo prazo

Quem passa pelo Ibmec, seja a partir da graduação ou não, depara-se com o constante estímulo ao networking: desde o seleto corpo docente, com professores bem inseridos no mercado e no universo acadêmico, até à oferta de serviços e ferramentas de fomento direto à construção de uma rede profissional sólida. 

Exemplo disso é o grupo Alumni Ibmec, no LinkedIn. Formado por ex-alunos da Instituição, a ferramenta permite que os participantes continuem a trocar conhecimento e práticas de mercado, além de possibilitar a divulgação de eventos e de palestras abordando temas relevantes para a construção da carreira. Conversamos com Fernanda Schröder Gonçalves, gerente nacional de carreiras do Ibmec, para entender a importância da manutenção de conexões no contexto atual do mercado. Acompanhe o artigo na íntegra:

Quando falamos em investimento de longo prazo, podemos pensar em aplicações superiores a três anos. Os mais comuns são os fundos de renda fixa, os referenciados, os cambiais, os multimercados, os fundos de ações, entre outros. Porém, quando falamos de carreira, devemos pensar que um dos maiores investimentos a ser realizado a longo prazo são os relacionamentos.

Para permanecer no emprego e, sobretudo, para buscar uma nova oportunidade, os profissionais devem usar diferentes recursos e possuir uma flexibilidade em meio às constantes transformações. Atualmente, com toda a voracidade do mercado de trabalho, deve-se buscar o conhecimento, o desenvolvimento, a informação, mas, ao mesmo tempo, também é necessário manter a empregabilidade. E uma prática que permanece forte, crescente e primordial dentro desse contexto são os relacionamentos.

Cultivar e, sobretudo, desenvolver a rede de relacionamentos é uma ferramenta muito influente para qualquer um, independentemente da área de atuação. As opções de contato podem ser os colegas de trabalho, clientes, fornecedores, ex-empregadores, familiares, amigos e parceiros de estudo. O fortalecimento da construção de uma carreira é feita pelas chamadas “conexões” – e não apenas de contatos.

As conexões são a busca e a manutenção de relacionamentos que trazem benefícios mútuos, não sendo, portanto, uma via de mão única. Ter uma conexão não serve somente para altos executivos de altos escalões. Diferente do que acredita a maioria das pessoas, este é um meio eficiente, para profissionais de qualquer nível hierárquico conseguir oportunidades de emprego. Por isso, podemos dizer que o investimento nos relacionamentos é a longo prazo, afinal, faz-se necessário planejar e começar os mesmos o quanto antes.

Investir em conexões vai muito além de colecionar contatos influentes nas redes sociais e aproximar-se de pessoas em posições estratégicas nas empresas. A conexão permite a “troca” de experiências entre profissionais. Aqueles que sabem utilizá-la conquistam bons resultados e o investimento nos relacionamentos deve ser constante, para que os frutos sejam sustentáveis e direcionados para os objetivos estabelecidos.

Saiba mais sobre a Pós-graduação Ibmec

Ficou interessado em ser aluno Ibmec? Preencha o formulário ao lado para saber mais sobre nossos programas e cursos de pós-graduação.

Preencha o formulário abaixo.