CEI inicia suas atividades no Ibmec/MG

O Centro de Empreendedorismo e Internacionalização (CEI) do Ibmec/MG iniciou as suas atividades a todo vapor. Professores e alunos que desejam realizar atividades extracurriculares com o apoio do CEI se reuniram para que o coordenador Eduardo Coutinho apresentasse as diretrizes para a condução dessas ações na unidade de Belo Horizonte. Essa também foi uma oportunidade para que todos os alunos e professores que estão à frente de algum projeto se conhecessem. “O apoio do CEI não se restringe apenas às pessoas que desejam montar a própria empresa. O Centro destina-se a todas as pessoas que desejam desenvolver iniciativas que vão além do que já é entregue em sala de aula, para aquele aluno que deseja ser protagonista da própria formação”, disse Eduardo Coutinho, coordenador do CEI no Ibmec/MG.

Na reunião, foram apresentadas as regras para a utilização do espaço físico do CEI, além de como os professores estarão disponíveis para o acompanhamento dos projetos. Logo depois, alunos e docentes tiveram a oportunidade de apresentar as atividades extracurriculares que já vêm desenvolvendo e que, agora, farão parte da estrutura do CEI. Para o projeto ser elegível a fazer parte da estrutura do CEI, é preciso que ele faça uso de, pelo menos, dois itens: uso do espaço físico da instituição, associação com a marca, apoio logístico, apoio financeiro e orientação acadêmica.

As apresentações começaram com a fala da aluna de Administração, Milagros Isaia, Diretora Administrativa da Ibmex, que explicou as atividades realizadas pela consultoria empresarial júnior do Ibmec/MG, que, atualmente, conta com 19 alunos membros e tem 4 projetos em andamento. Logo depois, foi a vez da aluna de Direito, Guilhermina Abreu, falar sobre a Ibmec Social, do qual é presidente. A principal missão do núcleo de empreendedorismo social do Ibmec/MG, de acordo com a aluna, é promover ações sistemáticas e de longo prazo que causem impacto na sociedade. A última ação realizada pelos alunos membros foi a reforma voluntária da recepção do Hospital São Francisco, localizado no Bairro Concórdia, que atende pelo SUS.  

Membros dos grupos de estudos do Ibmec/MG também estiveram presentes para apresentar o andamento dos trabalhos que vêm realizando. A ocasião foi uma oportunidade para que alunos e professores de grupos diferentes descobrissem como podem contribuir com os trabalhos uns dos outros, promovendo uma maior troca de conhecimentos. Estiveram presentes grupos da área da Engenharia, entre eles aquele que está desenvolvendo um sistema híbrido de iluminação, grupos do Direito, como o que está estudando a judicialização da política e o que estuda os estraves tributários e orçamentários no Brasil, além dos grupos da área da Ciência Política, dentre eles o grupo Liberalismo e Democracia. No total, são mais de 300 alunos do Ibmec que já fazem parte de alguma atividade extracurricular e que, agora, contam com o apoio do CEI em Belo Horizonte.